quinta-feira, 30 de junho de 2011

conflitosdeumgaroto:

Eu sei que é amor, porque não consigo ficar um minuto sem pensar em você. Porque cada música que ouço, arrumo um jeito de me encaixar nela e com você ao meu lado. Porque sinto saudades do seu abraço, do seu jeito comigo, da sua voz, do seu sorriso, do seu olhar; sinto falta de tudo que me lembra você, e por isso procurar lembrar sempre pra não sentir tanta falta. Eu sei que é amor, porque não sei mais o que é sonhar com outra coisa, o que é pensar em algo além de você. É uma dependência, não só física, mas também mental. É uma necessidade tamanha, em estar junto ou pelo menos querer isso o tempo todo. É uma saudade, até mesmo quando estou perto, porque imagino o momento em que você irá dizer “até depois, meu amor”. Sei que é amor, porque desejo sempre o presente, às vezes esqueço o futuro e guardo o nosso passado. Não sei se é loucura, talvez tenha mesmo um pouco disso… Mas pra amar tem que ser um pouco louco, não é? Pra precisar tanto de uma só pessoa assim, tem que faltar um pouco de sanidade. E se isso não for amor, é algo mais forte que o próprio termo. Gabriela Vieira (respostas-sinceras)
Eu sei que é amor, porque não consigo ficar um minuto sem pensar em você. Porque cada música que ouço, arrumo um jeito de me encaixar nela e com você ao meu lado. Porque sinto saudades do seu abraço, do seu jeito comigo, da sua voz, do seu sorriso, do seu olhar; sinto falta de tudo que me lembra você, e por isso procurar lembrar sempre pra não sentir tanta falta. Eu sei que é amor, porque não sei mais o que é sonhar com outra coisa, o que é pensar em algo além de você. É uma dependência, não só física, mas também mental. É uma necessidade tamanha, em estar junto ou pelo menos querer isso o tempo todo. É uma saudade, até mesmo quando estou perto, porque imagino o momento em que você irá dizer “até depois, meu amor”. Sei que é amor, porque desejo sempre o presente, às vezes esqueço o futuro e guardo o nosso passado. Não sei se é loucura, talvez tenha mesmo um pouco disso… Mas pra amar tem que ser um pouco louco, não é? Pra precisar tanto de uma só pessoa assim, tem que faltar um pouco de sanidade. E se isso não for amor, é algo mais forte que o próprio termo

Nenhum comentário:

Postar um comentário